Sexta-feira, 24 de Maio de 2019


Sábado, 30 de Março de 2019, 18h:59 - A | A

SÍNDROME RESPIRATÓRIA

Três mortes por influenza são investigadas em cidades de MT

Seis casos de mortes por influenza foram confirmados em 2018

Diário de Cuiabá

image

Os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) notificados, de janeiro até a primeira quinzena deste ano, já superam o número registrado no mesmo período de 2018. Boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (Ses/MT) mostra que, agora em 2019, 35 pessoas apresentaram sintomas da SRAG, sendo que três evoluíram para óbito. Um dos casos, com cura, já foi confirmado para influenza “A H1N1pdm9”. Os demais estão sob investigação. No ano passado, no mesmo tempo analisado, foram 31 casos.

Em 2018, ocorreram sete óbitos, sendo que seis foram confirmados. Destes, dois por influenza “A H1N1”, dois de influenza “A H3” sazonal, um por influenza “B”, onde todos evoluíram para cura e um de Influenza “A” não subtipado evoluído para óbito e 25 por outros vírus respiratórios. Conforme a Ses, a morte confirmada por “A H1N1” deste ano ocorreu em Água Boa (729 quilômetros, ao nordeste de Cuiabá).

Às secretarias municipais, a Ses vem recomendando algumas ações. Entre elas, disseminar aos serviços de saúde públicos e privados o “protocolo de tratamento de influenza-2017”, com ênfase no tratamento oportuno dos casos de SRAG e de SG com condições e fatores de risco e divulgar amplamente à população as medidas preventivas contra a transmissão do vírus influenza (etiqueta respiratória e lavagem das mãos) e informações sobre a doença, com a orientação de busca de atendimento médico em caso de sinais e sintomas compatíveis.   

Imprimir




image
image
image
image


(65) 99978.4480

abroncapopular@gmail.com

Tangará da Serra - Tangará da Serra/MT